quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Baú de Palavras




Hoje revisitei um cantinho de meu computador que chamo de baú. Ah, quantos textos guardados! Alguns até bonitos. Textos que ainda ninguém viu. Textos que ainda não estão prontos. Padecem da falta de uma palavra, uma expressão, algo que possa dar inteireza àquele ajuntamento de frases e letras. Falta aquela última pincelada dada pelo artista para que, assim, ele possa dizer terminado. Textos que ainda precisam nascer...
Peguei-me, então, pensando em mim. Lá no meu fundo existem uma série de textos carecendo da palavra certa para virem à tona. Somos essencialmente palavra: bendita, maldita, dita ou não dita. Palavras que ainda nem existem, que nunca foram pronunciadas por humano qualquer. Palavra que é pessoas, momentos, sentimentos, o certo na hora certa. Palavra guardada no coração do Senhor, muitas vezes aberto em silêncio de cruz e ressureição.
Somos baú de palavras carentes, esperando a chave certa para eclodirem. Como o “Abra-te de Sésamo” do conto de Ali Babá; como o primeiro olhar, mesmo que rápido, do amante para a amada; como o diálogo silencioso do sacrário... Um pequeno símbolo que nos abra o infinito. Basta o movimento certo no momento certo.
Somos seres carentes, de falta, buscando ao longo do caminho algo que seja, para nós, abertura ao Absoluto. Anjos de uma asa, como alguém me disse certa vez. Esperamos aquela palavra que não se dá uma vez, mas que, vivos, constantemente vamos encontrando e, neste encontro, aprendendo a ser. Ouvintes da Palavra, como diria aquele teólogo, é o que somos. Palavra que é Pai, Pessoa, Sopro... Palavra que é possibilidade de mundo, casa, vida...

3 comentários:

  1. Amei o texto, é como um dia após o outro, uma descoberta a cada palavra...
    A felicidade é a soma de pequenas alegrias,
    que transformam o nosso dia.
    Dia que se apresenta puro, simples e renovador.
    É o novo tempo que se mostra tão revelador.
    Oportunidades imensas,
    problemas que se tornam pequenos,
    diante da sua alegria em descobrir em você,
    toda a fonte de oportunidades.
    De descobrir-se e vivenciar cada gesto cada olhar...Cada silêncio!
    Valeu pelo presente ....

    ResponderExcluir
  2. muito bom o texto. que deu s te abençoe sempre...

    ResponderExcluir
  3. Que palavras tão bem colocadas!
    Em se tratando de perfeição,ainda estamos engatinhando
    em busca de sermos melhores,mais completos.
    Parabéns pelas palavras. Deus conosco!

    ResponderExcluir