segunda-feira, 25 de julho de 2011

1º dia - Oração com os salmos: Na certeza de que o Senhor nos conduz...

Salmo 23:

Salmo de Davi O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.

2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.

3 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.

4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR por longos dias.

Reflexão:

O Senhor é o Pastor de Israel. É ele quem conduz seu povo pelos caminhos da história. Assim, surge Deus como companheiro no caminho da vida. Disto vem a certeza de que não caminhamos sós, é o Senhor quem nos conduz. As figuras da vara e do cajado (v. 3) são muito relevantes. A vara, objeto utilizado na luta pela defesa do rebanho, e o cajado, utilizado para a condução e correção das ovelhas, são o consolo de Israel, pois aí ressoam a verdade de que Deus nunca abandona a Aliança de vida que fez com seu povo.

Deus não está longe, apenas no alto dos céus, mas sim, próximo, comungando conosco das vicissitudes do caminho. Na alegria e na tristeza, na força e na fraqueza, Deus faz caminho nos conduzindo para as verdes pastagens da comunhão de vida nele.

Neste primeiro dia de nosso caminho de oração, faça a experiência da presença do Senhor junto de você. Pergunte-se: a quem entrego a condução dos meus caminhos? Deixe-se preencher pela alegria de saber que o Senhor esteve, está e estará consigo todos os dias de sua vida. Tente parar um pouco e perceber. Muitos de nós não fazemos isto com freqüência, deixando Deus privado aos momentos de culto. A presença deste verdadeiro Pastor de nossos caminhos engloba tudo aquilo que somos e fazemos, nos sustentando e corrigindo as rotas. Esta é a base sólida que sustentará a reflexão dos próximos dias: nossos caminhos transcorrem no amor de Deus! Viva a certeza desta verdade!


Oração:

Senhor, eu vos louvo e agradeço pela beleza do seu amor que me conduz. Agradeço porque, nos momentos mais escuros de minha vida, vós estivestes sempre comigo. Também nos momentos alegres, a vossa presença sustentou e deu sentido à minha felicidade. Nos momentos em que as pedras do caminho da história cortaram meus pés, vossa presença foi o bálsamo curativo. Fortalecei-me e abri os meus olhos e ouvidos para que, aprofundando o conhecimento de minha história, vossa presença me liberte de todo o peso desnecessário e me torne mais livre para amar. Amém!


P.S.:

1. Antes de iniciar, não deixe de olhar o post inicial de sábado (23/07) que traz o método para os sete dias.

2. Quero lembrar, principalmente aos meus alunos, que não se trata de um estudo de exegese dos salmos, mas de uma experiência orante.


--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

Nenhum comentário:

Postar um comentário