quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ano Novo: tempos novos em nossas vida e comunidade

A comemoração do Ano Novo faz parte do universo simbólico humano há muito tempo. Reza a tradição que a primeira comemoração do "Festival do ano Novo" aconteceu na Mesopotâmia por volta de 2000 a.C., ligada ao equinócio da primavera, ou seja, no momento em que o Sol mais se aproxima da linha do Equador, fazendo com os dias e as noites tenham a mesma duração. No Ocidente, a data em que hoje celebramos o ano novo só se consolidou há, mais ou menos, 500 anos, já com a utilização do calendário gregoriano. Este momento simbólico sempre esteve ligado ao término de um ciclo e início de outro na vida.

Na Bíblia, esta dinâmica foi bem representada pelo "jubileu". A cada 50 anos, um novo tempo tem início, trazendo tudo de novo, com a superação das dívidas e desavenças (Lv 25,10). É a esta vivência que eu convido a cada um de vocês em particular e nossa comunidade no geral. Aproveitemos este tempo para viver uma dinâmica de renovação, aproveitando a dinamicidade criativa do Espírito Santo de Deus em nós. Busquemos superar aquilo que é velho e peso em nós, abrindo-nos para a novidade de Deus em nossas vidas e relações. Ganhemos neste ano em leveza e alegria. Peçamos esta graça à Trindade Santa.


Obs: Pequeno texto escrito para o jornal da Paróquia Sagrada Família, Nova Rosa da Penha - Cariacica, ES.

--

P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

Nenhum comentário:

Postar um comentário